Luiz Eduardo Costa
Luiz Eduardo Costa, é jornalista, escritor e membro da Academia Sergipana de Letras e da Academia Maçônica de Letras e Ciências.
Além desse blog, escreve duas páginas dominicais no Jornal do Dia.
NORCON UMA EMPRESA QUE SERGIPE NÃO PODE PERDER
08/01/2019
NORCON UMA EMPRESA QUE SERGIPE NÃO PODE PERDER

Divulga-se agora que a NORCON terá prazo de 60 dias para cumprir as exigências judiciais e manter a recuperação judicial. Sem isso será decretada a falência. A grande empresa de construção sergipana, foi abatida pela crise de 2009, onde perdeu uma fortuna aplicada em fundos americanos sustentados pela bolha imobiliária que faliu, arrastando bancos e outras empresas pelo mundo todo.

Diante do que foi a empresa, e certamente pelo patrimônio imobiliário que ainda conserva a NORCON teria uma dívida perfeitamente capaz de ser saldada, não chegando aos 200 milhões de reais. Precisa certamente de algum tempo para recapitalizar-se, sobretudo da confiança dos clientes para que adquiram os imóveis que estão sendo construídos, e são a base para o soerguimento.

A NORCON é uma empresa séria, com responsabilidade social, fundada por um sergipano incrivelmente realizador, e que tinha um protagonismo enorme, uma ação solidária, nos diversos setores da sociedade sergipana. Ele se chamava Oviêdo Teixeira. É, merecidamente, nome de avenida em Aracaju, que foi construída pela própria empresa e entregue ao então prefeito Marcelo Déda, pelos filhos e continuadores da obra de Oviêdo que dele receberam o embrião do que seria a NORCON, o engenheiro Luiz Teixeira e o economista Tarcísio Teixeira, dois sergipanos, dignos, honrados, realizadores.

A NORCON merece sobreviver, voltar a crescer, ter outra vez nos seus canteiros de obras mais de três mil brasileiros trabalhando.


 

Voltar